bb-net apoia o projeto de ajuda Labdoo

bbnet doa para labdoo
A empresa bb-net media GmbH doou 19 laptops e 20 tablets para o projeto de ajuda Labdoo.
Por quase uma década, o Labdoo - uma iniciativa global de voluntários - está comprometido com a disseminação global da educação e tecnologia da informação. Para isso, o projeto de ajuda coleta laptops, tablets e leitores de e-books que foram desativados por empresas e particulares e gostaria de usar os dispositivos doados para reduzir a "exclusão digital" de forma ecológica e responsável para que crianças de todo o mundo tenham acesso a TI e educação .

“Um grande projeto e acima de tudo sustentável que definitivamente temos que apoiar”, explica Marco Kuhn, gerente de vendas e marketing da bb-net media GmbH. O recondicionador de hardware Schweinfurt tem se comprometido conscientemente com a proteção ambiental há anos e sabe por experiência própria como a educação é importante para o clima.

As doações de TI que foram entregues agora foram enviadas para crianças em escolas na Tanzânia, Serra Leoa e Gana. Qualquer pessoa que deseje doar algo para o projeto de ajuda ou gostaria de ajudar de outra forma pode se cadastrar no site www.labdoo.org informar extensivamente.

Via mídia bb-net e tecXL

A bb-net é parceira na compra de TI usada e seu processamento e marketing voltados para a qualidade há mais de 20 anos. Sob a marca “tecXL - Technik wie neu” são dispositivos reprocessados ​​que atendem a rígidos requisitos de qualidadechen, coloque de volta no mercado. O cliente final recebe um produto totalmente testado e recondicionado por um preço até 70 por cento abaixo do novo preço anterior. O dispositivo vem pré-instalado com o Windows 10 e, portanto, está pronto para funcionar. Os dispositivos tecXL podem ser usados ​​imediatamente sem instalação ou preparação adicional. Existe uma garantia de 12 meses para cada sistema tecXL. www.ankauf.bb-net.de e www.tecxl.de

PRESS RELEASE DOWNLOAD


ArquivoAção
Comunicado de imprensa, bb-net apoia projeto de ajuda Labdoo (PDF)abrir
Foto da imprensa (JPG)abrir
Voltar ao Topo