Nós não vendemos, nós distribuímos

itscope_grafik_lagerbestand_maerz2020

Inundação de pedidos de recondicionadores.
Entrevista com Marco Kuhn.

O Natal, a Páscoa e todos os outros feriados nacionais coincidem atualmente na bb-net e no GSD. Se não houvesse nenhuma crise corona e conseqüências iminentes, você ouviria os recondicionadores aplaudindo ruidosamente sem a consciência pesada.

A crise corona desencadeou uma grande demanda por hardware para escritórios domésticos. As empresas encomendam principalmente notebooks, monitores e fones de ouvido para que seus funcionários possam continuar trabalhando em casa. Uma tendência que começou no início de fevereiro. Os estoques de notebooks dos distribuidores em particular estão diminuindo; nas últimas duas semanas, eles caíram significativamente para os 100 principais dispositivos. Agora, de acordo com o barômetro de mercado do IT-Scope, os 100 principais notebooks estão quase esgotados. Alternativas são necessárias. E de fato eles existem.

Mesmo antes da pandemia do vírus, recondicionadores como bb-net e GSD estavam bem estabelecidos no canal. Eles crescem e expandem suas capacidades de fabricação. Agora, seus negócios com notebooks remanufaturados estão em pleno andamento. E: Ambas as empresas ainda conseguem entregar, como explicam à CRN.

»Mais de 300 dispositivos saem da linha de produção todos os dias. Em qualquer caso, o abastecimento está garantido para os próximos três meses «, afirma o gerente de vendas da bb-net, Marco Kuhn. Foi possível aumentar a produção em cerca de um terço no curto prazo, mas "não está nem perto o suficiente para atender à demanda". É como se o Natal e a Páscoa e todos os outros feriados caíssem em um dia do ano. “Eu nunca vi uma situação como essa antes. Não vendemos, distribuímos ”, afirma.

Um gerente de vendas que não precisa dirigir ou anunciar nada, mas apenas atribuir o que é altamente desejado, essa era a última coisa no socialismo real. Kuhn tinha seis anos quando o Muro caiu em novembro de 1989.

PRESS RELEASES


ArquivoAção
CRN, 26.03.2020 de março de XNUMX, Não vendemos, distribuímos (LINK)abrir 
CRN, 26.03.2020, Não vendemos, mas distribuímos (PDF)abrir 
Voltar ao Topo